LDSportNews

LDSportNews


Viaje em um trem russo na Copa do Mundo

Lucas Duarte, Julio e Grigory Telingater nos trens da Rússia

O editor do LD Sport News, Lucas Duarte, o torcedor de Ribeirão Preto, Julio e o correspondente da ESPN, Grigory Telingater.

Entre as novidades encontradas nessa Copa do Mundo da FIFA 2018 estão os trens grátis que a Rússia em parceria com a FIFA disponibilizou gratuitamente aos torcedores e jornalistas que estão viajando pelo país para assistir os jogos da competição.

Os trens russos são uma das melhores alternativas para conhecer o maior país do mundo de uma forma barata.

Obviamente não é a forma mais rápida, porém é a mais atraente, já que você pode ver as belezas naturais da Rússia da sua janela e ainda fazer amigos.

E se você quer velocidade também pode escolher os famosos ‘trens bala’, conhecidos como Sapsan ou eleger algo mais clássico, como os trens noturnos chamados Flecha Vermelha ou Grande Expresso, iguais aos que você está acostumado a ver nos filmes de época.

A maioria deles – se a reserva for feita com antecedência – é mais barato que pegar um avião. Além de ser muito mais prático, pois tanto para sair como na chegada ao destino você estará no centro da cidade.

Desse modo, evita todo processo de ir aos aeroportos que, na Europa em geral, sempre ficam muito distantes das cidades. E se a viagem for feita de noite, também poderá economizar uma diária no hotel, algo que durante o mundial não é muito barato.

Conectando pessoas

Outra vantagem dos trens da FIFA nesta Copa do Mundo é a possibilidade de conhecer pessoas. Durante as viagens, os quartos dos vagões são preenchidos com gente dos mais variados países. 

Por exemplo, na minha primeira viagem para São Petersburgo, meus companheiros de quarto foram um brasileiro e um russo. Ficamos amigos, com direito a sair para jantar e visitar pontos turísticos da cidade juntos.

Na volta para Moscou, vim com três egípcios, que me falaram da admiração deles pelo futebol brasileiro e ficaram contentes de saber a minha opinião (positiva) sobre o craque deles, o Mohamed Salah.

Já na última, para Kazan, tive a oportunidade de conhecer o Julio, de Ribeirão Preto, e um jornalista russo que trabalha para a ESPN Brasil, o Grigory Telingater. Perguntei à ele sobre o que achava desse serviço de trens na Copa.

Telingater, que também esteve na Copa do Mundo de 2014, confessou que teve muita dificuldade de locomoção no mundial do Brasil. “Lá foi complicado mesmo, mas aqui esse serviço grátis está sendo muito bom para todos”, afirmou.

“Você só precisa colocar os seus dados na internet e receber a passagem grátis, isso é muito bom”, acrescentou. “Para mim é confortável, com tudo o que preciso, de internet a boa companhia, que até me ajuda a escrever matérias”, concluiu.

O LD Sport News também viajou nesses trens e fez um vídeo especial (veja abaixo) para você conhecer melhor como é a experiência de viajar pela Rússia dentro deles. Confira!

 

Tags: , , , , , , ,


Share this:

%d blogueiros gostam disto:
Copyright © 2009 LD SportNews. All rights reserved.