LDSportNews

LDSportNews


Messi: 100 gols na Liga dos Campeões

Leo Messi 100 gols na Champions

Veja como marca Messi os seus gols na Champions / FCB

Leo Messi voltou a fazer história, desta vez na vitória por 3 a 0 do FC Barcelona sobre o Chelsea, no Camp Nou, que garantiu o Barça nas quartas de final da Liga dos Campeões pelo 11º ano seguido. O craque argentino marcou dois gols e chegou aos 100 na principal competição de clubes do planeta.

O camisa 10 do Barça precisou de um pouco mais de 12 anos para conseguir o feito – seu primeiro gol na competição foi marcado no dia 2 de novembro de 2005, contra o Panathinaikos.

De lá para cá, Messi precisou de 123 jogos para atingir a marca histórica. Dos 100 gols na Champions, 57 foram marcados no Camp Nou, 41 fora de casa e dois em campo neutro.

As principais ‘vítimas’

No total, 29 clubes foram vítimas dos gols de Leo Messi na Liga dos Campeões. Arsenal (9), Milan (8) e Celtic (8) são as equipes que mais sofreram com o talento goleador do argentino.

Além disso, um total de 43 goleiros distintos tiveram que buscar a bola no fundo das redes após sofrer um gol de Messi. Bernd Leno (7) e Abbiati (7) lideram esse ranking, seguidos por Almunia (6) e Andrey Dikan (4).

O gol mais rápido

126 segundos. Foi o tempo que Messi precisou para abrir o placar na vitória contra o Chelsea, na Liga dos Campeões. Foi o gol mais rápido do craque argentino nos seus 748 jogos como profissional.

Até então, seu recorde nesse contexto era de 146 segundos – o gol que marcou pela contra a Nigéria (146 segundos), na fase de grupos da Copa do Mundo de 2014.

As palavras do craque

Após a exibição contra o Chelsea, Messi atendeu os meios de comunicação e analisou a sua façanha histórica. “É uma linda alegria chegar aos 100 gols em uma competição tão importante”, afirmou. “Conseguimos a vantagem cedo e com isso pudemos controlar bem a partida”, acrescentou.

O camisa 10 do Barça também elogiou a atuação dos seus companheiros. “Fomos muito fortes como equipe, estou feliz por como conseguimos a vaga”, afirmou. “Foi uma partida dura na qual não sofremos gols”, completou.

Por último, agradeceu os elogios feito após a partida pelo técnico do Chelsea, Antonio Conte, que definiu Messi como um ‘super jogador’. “Me comentaram o que ele disse e quero agradecer-lhe por me dedicar essas palavras”, concluiu.

Tags: , , , , , , ,


Share this:

Copyright © 2009 LD SportNews. All rights reserved.