LDSportNews

LDSportNews


Uma viagem no tempo com Evaristo

Evaristo foir recebido por todos os craques brasileiros do Barça / FOTO: Lucas Duarte

Evaristo foi recebido por todos os craques brasileiros do Barça / FOTO: Lucas Duarte

Foram diversas as histórias que ouvi quando criança dessa lenda do futebol brasileiro. Mais tarde, já adulto e convertido em um sagaz frequentador de estádios de futebol, tive a oportunidade de vê-lo de perto em diversas ocasiões na sua fase como treinador. Principalmente na inesquecível campanha do Atlético Paranaense no Campeonato Brasileiro de 1996. Nesta época, fui favorecido geograficamente, já que vivia em Curitiba e adorava aqueles jogos na antiga Arena da Baixada.

Em 2003, o destino me trouxe para Barcelona, um tesouro do Mediterrâneo que também teve o privilégio de tê-lo como um dos grandes ídolos da sua história moderna. Há 12 anos, quando comecei a cobrir a atualidade esportiva do Barça, sabia que o genial Evaristo de Macedo (81 anos) tinha vivido um período brilhante no clube catalão, mas não conhecia bem a história. Decidi pesquisar no próprio clube e descobri que ele não foi apenas um atleta de destaque e sim um dos maiores craques que já vestiram a camisa azul-grená.

O MAIOR DE TODOS 

Com um total de 178 gols em 226 jogos, Evaristo de Macedo é até hoje o maior artilheiro brasileiro que já vestiu a camisa do clube catalão. Um craque que encantou o torcedor culé nas cinco temporadas (entre 1957 e 62) que defendeu as cores do clube ao lado de outros mitos como Kubala, Tejada, Luis Suárez, Czibor, Ramallets….Entre as suas façanhas, está o gol que eliminou o Real Madrid pela primeira vez da antiga Copa da Europa, atual Champions League.

Evaristo, no Camp Nou, com velhos amigos do Barça / Foto: Lucas Duarte

Evaristo, no Camp Nou, com velhos amigos do Barça / Foto: Lucas Duarte

No último mês de março, Evaristo visitou novamente a capital da Catalunha. Por coincidência, em uma semana decisiva para o Barça na temporada, com duelos decisivos contra o Manchester City e contra o eterno rival, Real Madrid. Evaristo presenciou os dois jogos como convidado de honra culé e tive o prazer de ser o anfitrião dele nesse período. Uma singela forma de agradecer a exclusiva que ele me deu na sua residência durante a Copa do Mundo da FIFA 2014.

Posso afirmar que conversar sobre futebol com ele é viver uma verdadeira viagem no tempo e saber coisas incríveis. No período que esteve em Barcelona, Evaristo vivenciou uma infinidade de lembranças, histórias, reencontros e algumas conversas que emocionaram o ex-goleador do FC Barcelona.

O AMIGO TEJADA

Evaristo fez questão de rever seu ex-companheiro de equipe, Justo Tejada Martínez (Barcelona, 1933). Amigos há quase 60 anos, marcaram juntos mais de 300 gols pelo Barça e tive a felicidade de conseguir organizar um encontro entre eles no Camp Nou, um estádio que ambos viram a sua inauguração em pleno apogeu como atletas do clube. Ali, puderam rever velhos amigos e relembraram momentos históricos.

Evaristo foi o autor do primeiro hat-trick do Camp Nou, em uma goleada sobre o Valladolid por 7 a 1, no dia 8 de março de 1958. No mesmo ano, se tornou também o primeiro jogador a marcar três gols contra o Real Madrid no então novo estádio do Barça, em um 4 a 0 histórico contra o eterno rival. Nesse clássico, Tejada fechou a goleada.

“Foi sensacional. Meu primeiro jogo contra o Real Madrid, que era o atual campeão europeu e tive a felicidade de marcar três gols”, explicou Evaristo. Tejada também não esquece. “Golear o Madrid por 4 a 0 não é algo que acontece sempre e vencer aquele timaço entrou para a história. Marquei um gol e dei uma assistência para Evaristo”, afirmou o ex-atacante catalão.

Ambos voltaram a pisar no gramado onde viveram inúmeras tardes de alegria e fizeram elogios mútuos sobre as qualidades que tinham como atleta. Mas o brasileiro preferiu destacar um aspecto mais pessoal da sua relação com Tejada. “Sua maior virtude foi ter sido um grande amigo”, revelou.

Evaristo e Tejada ganharam diversos títulos com o Barça e mais tarde jogaram juntos no Real Madrid, onde também foram campeões. “Eu fui antes para Madrid e tive o privilégio de buscar um apartamento para Evaristo. Vivemos na mesma rua e íamos sempre juntos ao estádio”, revelou Tejada. 


Evaristo e Tejada: duas lendas do Barça no Camp… por fcbarcelona

MESSI E NEYMAR

O lendário craque culé não perdeu a oportunidade de encontrar o atual camisa 10 do Barça, Leo Messi. Em uma visita à Cidade Esportiva Joan Gamper, Evaristo conversou com o craque argentino e, entre outras coisas, lembrou: “Sabia que somos os únicos que marcamos um hat-trick contra o Madrid na nossa estreia no clássico?”. Messi, conhecedor da história culé, concordou e acrescentou: “Romário também”. O ‘novo’ dado pegou Evaristo desprevenido. “Ah, é mesmo. Caramba, pensava que era o único brasileiro que tinha conseguido”, brincou, arrancando risadas de Messi (veja o vídeo).

Na ocasião, Evaristo também bateu um papo com Neymar, o principal jogador brasileiro da atualidade. O velho mestre lhe desejou todo o sucesso do mundo na sua etapa culé. Entretanto, alertou o jovem craque que não pretende perder a coroa de maior goleador brasileiro do clube. “Quero que você ganhe todos os títulos e prêmios possíveis, mas vou torcer para não marcar mais gols que eu”, afirmou. Todos os brasileiros do clube, presentes na conversa, caíram na gargalhada (veja o vídeo).

O PUPILO DANI ALVES

Muitos sabem que Evaristo é o maior goleador brasileiro da história do FC Barcelona. Também que Dani Alves é o que mais ganhou títulos com a camisa culé (16). Mas você sabia que foi Evaristo o responsável por Alves ter se tornado um jogador profissional?

Evaristo de Macedo com o seu neto Luiz e o lateral Dani Alves

Evaristo de Macedo com o seu neto Luiz e o lateral Dani Alves

Em 2001, Evaristo treinava o EC Bahia, time que conquistou o seu único título do Campeonato Brasileiro sob o comando dele, em 1988. Na ocasião, o clube baiano buscava fazer uma reformulação completa no elenco. Mas quando os dirigentes disseram que contratariam um lateral, Evaristo afirmou: “Não, isso não precisa. Nós temos um muito bom nas categorias de base”.

O ex-técnico se referia a um jovem baiano chamado Daniel Alves. Desse modo, no mesmo ano, Alves fazia a sua estreia como profissional. Durante a visita do velho mestre em Barcelona, ambos almoçaram juntos e o lateral culé recebeu seu ex-técnico na Cidade Esportiva Joan Gamper, na véspera do Superclássico espanhol, vencido pelo Barça por 2 a 1. Com essa bela vitória, Evaristo finalizou uma visita inesquecível ao seu clube do coração.

ÍDOLO ETERNO

Sempre me impressionei com as histórias de futebol que o Mestre Evaristo me contou. Principalmente nas conversas sem nenhum gravador ou câmera por perto. Seus feitos e recordes em distintas fases da sua carreira também só estão à altura dos maiores nomes desse esporte. Mas nada se compara à idolatria do povo catalão com a figura dele. Diversos diários, rádios e TV’s de Barcelona me ligavam perguntando sobre a possibilidade de ter uma entrevista com o ídolo.

Até lendas mais recentes da história culé como o búlgaro Hristo Stoichkov lhe pediam foto. Durante o clássico contra o Real Madrid, diversos senhores paravam pedindo uma imagem com ele e revelando que era o seu herói da infância. Um ato que se repetiu muitas vezes, que incluiu atuais dirigentes do Barça e até o presidente do clube.

Tudo isso após mais de 50 anos da sua saída de Barcelona. Nem o fato de ter ido diretamente para o Real Madrid apagou o seu brilho na Catalunha. Pelo contrário. Talvez tenha sido um dos poucos jogadores da história que recebeu o carinho dos catalães vestindo a camisa merengue. Não é pouca coisa. Confesso que fiquei emocionado em ver de perto tudo isso e a semana que passei com ele certamente estará entre os momentos mais gratificantes da minha carreira. E, claro, não perdi a oportunidade de fazer a minha foto com o velho mestre.


LUCAS DUARTE

Twitter: @LD_BCN

Instagram: LD_BCN

Tags: , , , , , , , , ,


Share this:

Copyright © 2009 LD SPORT NEWS. All rights reserved.